segunda-feira, 25 de abril de 2011

Platônico

E então foi assim, um olhar, um carinho, e um pouco de atenção, foi isso que bastou que pra que eu pudesse sentir vontade outra vez de ter outro alguém. Eu sei como é e sei que não é fácil, e não sei se estou afim de lutar por isso. Gosto da sensação do querer e não ter, gosto de poder te olhar sorrir sem que ninguém perceba, ou que quando acham que percebem, pensam: será? não pode ser, gosto das coisas que faz, do jeito que me toca, e como me olha. Mas não vou estragar tudo, não vou, por isso é melhor que nem comece pra que não haja fim. E é assim. Posso te ver, mas não posso te ter.

Um comentário:

  1. E porque não arriscar ?!


    beijos
    http://bruhworspite.blogspot.com/

    ResponderExcluir